PARA A AMIGA QUE EU NUNCA ESQUECI!



Olá como você está? O tempo passou você nunca mais me procurou e eu com meu orgulho danado não dei o braço a torcer, eu que sempre cedia nas nossas discussões e sempre fazia questão de acabar com esse seu afastamento, dessa vez não o fiz, talvez por estar tão baqueada dessa sua péssima mania de se manter longe de mim eu resolvi simplesmente respeitar – talvez eu não fosse tão boa amiga como eu imaginava.

Sempre me orgulhei e dizia que você era extremamente parecida comigo, mesmo não sendo irmã de sangue o nosso laço era forte o suficiente para que você tivesse todos as minhas manias, trejeitos e acho que o meu bendito orgulho, olhando as suas fotografias acredito que ainda tenha restado algo de mim em você, ainda somos capazes de possuir o mesmo olhar e as mesmas manias, com certeza ainda tem muito de mim ai, mesmo que você não queria assumir.

Nunca pensei que nos separaríamos, acreditava cegamente no poder da nossa amizade e no nosso laço e sentimento, mesmo não sendo aquele lance de amizade desde infância e com a nossa nítida diferença de idade, éramos capazes de nos amarmos e com o passar do tempo a diferença fossem apenas números. 

Segurei sua mão diante de muitas dificuldades, mas acho que não a segurei o suficiente para que você não soltasse diante das nossas dificuldades, das suas crises de ciúmes e os achismos benditos, acho que você não foi capaz de lhe dar com o meu bom humor, com a minha risada exagerada e com a imensa necessidade que eu sinto de demonstrar amor para os meus amigos e que isso não significa que eu queira ficar com eles – simplesmente demonstro amor porque eu sou assim.

Sabe amiga, acreditei que com o passar do tempo e com o seu amadurecimento seria mais fácil a nossa convivência, porém não foi assim que aconteceu, você cresceu, seguiu em frente, fez novas amizades, confidentes e esqueceu de mim, logo eu que sempre estive ali nos seus momentos difíceis, respeitei o seu tempo, seu afastamento, as inúmeras vezes que te mandei mensagem e você simplesmente me ignorou, respeitei até ás vezes que soube que falou mal de mim, talvez tenha sido a forma que você encontrou para extravasar.

Passei por tanta barra, aquela imensa vontade de fugir, chorei por várias noites escondidas, porém sempre tive a esperança de que você iria perceber e se reaproximar, eu fiquei por muitas vezes olhando para o celular, esperando aquela bendita mensagem sua como de costume, só para perguntar se estava tudo bem, que estava angustiada e que queria saber como eu estava, não é possível que nesses anos de afastamento nenhuma vez o seu peito apertou e você lembrou de mim.

Não entendo o porquê desse afastamento, nesses anos distantes eu nunca fui capaz de entender, acredito que foi a maneira que você encontrou para lhe dar com tudo e eu respeito. Só queria que você soubesse que algumas coisas não estão fáceis, mas que em momento algum eu me esqueci de você, se cuida e se orgulhe da mulher que você se transformou, o mundo é grande demais e você ainda tem muita coisa pra descobrir.

Se por acaso o seu peito apertar manda uma mensagem, só para saber se está tudo bem comigo, pode ter certeza que eu farei o mesmo e se me ver na rua sorria, sempre acreditei que sorrisos tem o poder de curar, se cuida pequena.

0 comentários:

Postar um comentário

<< >>