Agradeço por não ter ficado!

Eu gritei e me esguelhei, como se isso fosse fazer você permanecer ali, parado. Sou capaz de numerar cada uma das vezes que você ficou, e por quantas dessas vezes, você jogou na minha cara que permaneceu ali por dó, porque eu simplesmente tinha pedido e implorado. Admito que implorei e não me envergonho disso, porém hoje não mais imploro.

Como sempre você começou o seu show, dizendo que ia partir e que não aguentava mais ficar ali, por nem mais um dia que fosse. Gritou em alto e bom som, para que todos os vizinhos pudessem escutar, que esse relacionamento já não lhe acrescentava nada e que dessa vez você não ficaria.

Permaneci sentada, assistindo minha novela e ignorando qualquer tipo de grito que vinha do quarto, notei que batia as gavetas com força, tinha certeza que era para chamar minha atenção, porém estava decidida, dessa vez eu não imploraria.

- Estou partindo, quer algo?
- Sim, tudo que me pertencer.
- No caso eu?
- Não você não me pertence, nunca pertenceu. Quero minhas chaves, meu aparelho de celular e as chaves do carro.
- Vou embora como?
- Da mesma forma que chegou.

Você jogou tudo em cima da mesa e saiu batendo a porta, levantei-me e tranquei, deixei que minhas lágrimas saíssem e dessa vez eu não gritei, elas rolaram por alguns minutos e secaram, acho que já estava madura o suficiente para enfrentar toda essa palhaçada de frente.

Então meu camarada, agradeço você por não ter ficado e por ter me libertado, não preciso de quem não precisa de mim. Ás lembranças guardarei comigo, ás fotos eu faço questão de queimar, não quero nada que me lembre você nessa casa. Hoje eu não mais imploro para que ninguém fique, simplesmente agradeço quem sai.

Agradeço por ter partido e ainda mais por não ter me ligado!

 Fonte

0 comentários:

Postar um comentário

<< >>