COMIGO NÃO MAIS!

Queria te contar que eu mudei e que você precisa saber que nada mais é como antes, agradeço a você por ter me tornado tudo que sou hoje, consigo recordar das diversas vezes que te liguei e você simplesmente ignorou minha chamada e mesmo assim eu decidi permanecer ao seu lado (pensava que estava ao seu lado), como se fosse a coisa mais normal.

Várias pessoas me contaram que você me fez de idiota, você ficava com outras meninas na frente de conhecidos nossos e não tinha a minima preocupação se isso fosse chegar aos meus ouvidos, você tinha a confiança suficiente de que eu não acreditaria em nada, eu era uma idiota e realmente não acreditava, até quando me mostraram as fotos eu arrumei uma desculpa, disse que não era você.

Você tinha o péssimo habito de sumir na quinta e só retornava o contato comigo no domingo, aparecia em casa com a cara mais de pau do mundo, dizendo que sua tia adoeceu, a faculdade te consumiu, o carregador quebrou, tentou me atender e não conseguia, você arrumava mil e uma desculpas e eu idiota acredita em todas, como se eu precisa-se daquilo para continuar ali.

E o nosso domingo era o mais maravilhoso possível, eu cozinhava para nós, você ficava sentado no sofá vendo tv e por vezes dormindo (lógico estava cansado das baladas, das noites anteriores), tudo ia bem até o seu celular tocar, você falar baixinho para que eu não me tocasse, arrumar uma desculpa qualquer e partir, eu idiota aceitava essa situação.

Fecho os olhos e lembro-me do dia que com muita insistência de uma amiga, eu resolvi tirar o pijama no sábado a noite e sair, porém avisei ela que se eu recebesse uma mensagem se quer sua, eu voltaria para trás, expliquei que seus dias estavam corridos e que raramente conseguíamos nos ver, orgulhava em dizer que eu era compreensiva, afinal já estamos juntos a mais de um ano, ela ficava olhando para mim com aquela cara, eu mudava de assunto, odiava que as pessoas julgassem meu relacionamento.

Cheguei naquele lugar, fazia tempo que não frequentava baladas e eu tinha me esquecido de como o som era alto, as luzes piscando e aquela galera toda dançando como se não houvesse amanhã, nos dirigimos até o bar, eu não tirava os olhos do meu celular, tinha a esperança de que você me mandasse um sinal se quer, para que eu largasse aquele lugar e corresse para os seus braços.

- Amiga larga esse celular, ele não vai ligar.
- Me deixa, saímos e te avisei que essa seria a condição.
- Ok amiga, como preferir.

Ela não tocou mais no assunto, aff que mania esse povo tem de falar, porém algo dentro de mim não estava normal aquele dia, olhei para trás e quando a luz piscou tive a sensação de ter lhe visto, até parece, oque você estaria fazendo ali, seu trabalho anda te consumindo, problemas familiares e sua faculdade, você também não mentiria para mim.

- Amiga você está branca, larga esse celular.
- Tive a impressão de ter visto algo.

Te liguei desesperadamente e fiquei olhando fixamente para o ponto que tive a certeza que tinha lhe visto, até que no momento eu vi o cara tirar o celular do bolso, olhar para a tela, falar algo, dar risada, desligar o celular e retornar ao bolso, naquele momento o meu mundo caiu.

- Amiga o que foi.
- Ele está ali e com uma menina.
- Amiga é impressão.
- Vou tirar essa história a limpo.

Sai e não via mais nada, só enxerguei você, não fiz escândalo e nem nada, cheguei bem perto de você, cutuquei seu braço, olhei nos seus olhos, pedi minhas chaves e fiquei com a mão esticada. Você permaneceu ali olhando para mim, com aquela cara de espanto, de não acreditar no que estava acontece, me irritei, eu simplesmente dei um grito.

- Coloca as minhas chaves na minha mão agora.

Você colocou, tremendo, porém colocou, eu virei as costas e parti, chorei o caminho todo, passava um filme na minha cabeça e me recordava de como pude ser tão idiota e aceitar isso, estava tudo na minha cara e eu não quis acreditar e nem enxergar, cheguei no meu apartamento e minha amiga queria subir, não deixei, precisava ficar sozinha naquele momento.

Entrei, peguei sacos preto de lixo e sai colocando tudo que te pertencia, roupa, foto, filme, perfume, cada coisa sua que estava ali, juntei tudo e deu quatro sacos pretos de lixo, coloquei tudo no elevador e desci até a portaria.

- Seu Zé, quando aquele otário chegar, não o deixe subir, não interfone, apenas devolva isso.
- E se ele insistir em subir,
- Chame quem for, mas não deixe ele chegar até o meu apartamento.

Aquela noite foi a pior, eu não dormi, fiquei olhando para o teto, não conseguia mais chorar, desliguei o celular, tirei o telefone do gancho e nem me atrevi a ligar o computador, não queria que algum amigo meu viesse  perguntar como eu estava e muito menos que eles tivessem a certeza de que eu era uma idiota. Não queria te ver e tão pouco uma explicação sua, não aguentaria mais olhar para a sua cara, apaguei seu número da minha agenda e bloquiei, não queria ter que ficar aguentando suas falsas explicações, aguentei isso por muito tempo.

No domingo ao meio dia meu interfone tocou, seu Zé me contou que você passou por ali e ficou mais de uma hora insistindo para subir, ele não deixou, entregou os sacos como eu pedi, porém ele me contou que eu não deveria sair, pois você permanecia com o carro estacionado no portão, agradeci seu Zé pela gentileza.  Não segui o conselho do seu Zé, liguei para a minha amiga, aquela que me acompanhou na noite anterior e esteve comigo em todos os momentos, até nos que eu fui uma perfeita idiota.

Tomei banho, me arrumei bonita, coloquei um vestido, passei um belo perfume, coloquei o óculos de sol e desci, fiz questão de passar por você linda e bela, escutei você me chamar e não olhei para trás, entrei no carro da minha amiga que veio me buscar, quando entrei, olhei para o lado e te vi parado, meu único gesto foi fazer uma banana para você, vai fazer outra de idiota queridinho, porque comigo nunca mais!



Fonte: http://www.bidu.com.br/blog/carros-que-deram-adeus-em-2014/






6 comentários:

  1. Mulher que texto linda, você escreve muito bem! Me vi nele, em certa altura da minha vida haha! Blog lindooooo um amor <3

    ResponderExcluir
  2. Nossa você escreve muito bem, Parabéns. Você tem um blog lindo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo, você escreve muito bem!
    Parabéns pelo blog :D

    ResponderExcluir
  4. Texto lindo... Mulher tem que se valorizar mesmo!!! Parabéns 😘😘

    ResponderExcluir
  5. Que linda gente.
    Texto lindo, vc escreve muito bem mulher
    Arrasou
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. Eita vc gosta de escrever em kkkkkk eu odeio ler mas adorei suas palavras
    http://www.podeprincesa.com.br

    ResponderExcluir

<< >>