Ame por saber amar e por acreditar no amor!

Eu deveria falar sobre o amor, aquele que sufoca a alma e parece que quebra todos os nossos ossos de tão forte, ou talvez pudesse lhe apresentar o falso amor, porém eu me questiono oque é mesmo amar? Não tem manual de instruções, dicas e muito menos passo a passo, exite o coração e o desejo incontrolável de amar.

O amor é idealizado de uma forma por diversas vezes surreal, algumas pessoas enxergam o amor como uma válvula de escape, um step, algo que se pode e deve correr nos momentos de tristezas, porém deixa eu te contar, o amor não é isso. Não sou a pessoa mais exata para falar do amor, porque já me decepcionei com os falsos amores, mas de uma coisa eu tenho certeza o amor meu camarada não é sofrimento.

Questiono-me diversas vezes quando escuto alguém falar:

 - Nossa estou sofrendo por amor.

Aprendi desde pequena que o amor é aquilo que nos faz bem, que preenche a gente e que acalma o nosso coração, com isso eu fui crescendo e diante de todos meus relacionamentos frustrados, eu percebi que o amor é aquele desejo de crescer com o outro, imaginar coisas ao lado, saltitar com a conquista do parceiro, como se fosse sua própria conquista, aquela vontade de ver e estar perto (mesmo que não seja diariamente), pois tem dia que queremos o nosso silêncio, porém isso não diminui o amor.

Amar é estar ao lado, mesmo que distante, se fazer presente mesmo com a ausência e dar apoio mesmo que no silêncio, saber que aquela pessoa te faz tão bem, que você só sabe desejar o bem dela, reconhecer que todos temos erros, defeitos e muitas inseguranças, saber que vai ter dia que vai dar vontade de jogar tudo para o ar e sair correndo, como se não houvesse amanhã, porém o amor o segurara e lhe direcionara, há quem diga que amar exige demais. 

Eu acredito que amar exige estarem dispostos a incluir uma nova vida na sua, novas manias, gostos, mudar algumas rotinas e entender que nem sempre tudo será um mar de rosa, saber que o sonho não é só seu, que ele deve ser sonhado junto e desejado junto, consultar a outra pessoa, mesmo que por mensagem para saber se aquilo irá agradar a ambos.

Não sei muito sobre o amor e também nem poderia, não digo que todos meus amores foram frustados, digo que conheci pessoas que não estávamos nas mesmas sintonias, encontrei pessoas pelo meu caminho que não estavam dispostas a amar e que talvez eu também não estivesse disposta a amar aquela pessoa.

(...) acredito que para que ocorra o amor, tem que ter disposição, pode ser que você encontre o amor da sua vida na fila do supermercado, no trânsito, em qualquer acaso que a vida lhe apresenta, porém tem que ter disposição para correr atrás e fazer dar certo, ambos tem que querer a mesma coisa, não posso desejar que o padeiro seja o amor da minha vida, sendo que ele não quer e não está disposto a amar quem quer que seja, antes de que o amor aconteça com o outro, ele deve acontecer primeiramente com você, daquela forma pura e inocente, o amor por querer amar e não por não aguentar mais ficar sozinha, amar por conveniência é a mesma coisa de entrar na padaria morrendo de fome, a primeira coisa que aparecer serve.  (...)

Não ame porque deu tempo de amar, ame porque deseja amar de verdade e por favor não espere aquele amor de microondas, que em três minutos está pronto, ame por ter consciência de que o amor é a forma mais bela e pura quando se é verdadeiro, ame porque amar faz bem. Ame por saber amar e acima de tudo por acreditar no amor.




1 comentários:

  1. Ameeeeei Dessa. ♡
    vc arrasa, a cada dia me apaixono pelos seus textos.

    ResponderExcluir

<< >>