Meninas grandes choram sim!

Se isso não for amor, eu desconheço oque seja!


E você parece que foi feito ao molde para mim, como se nada mais tivesse fim, nossos olhares se cruzaram e eu posso jurar que parei de respirar por alguns minutos, exagero meu talvez, porém me senti flutuando ao seu lado, às coisas só foram melhorando a cada dia mais, desde o primeiro beijo, até a primeira briga, tudo com você foi se encaixando e até hoje se encaixa, lembro que me falaram que meninas grandes não choram e eu guardei isso comigo, porém agora me vejo chorando, criando coragem para escrever o nosso e-mail de despedida, ás coisas não são como imaginamos e nem como queríamos, o nosso amor é forte e essa força vai ter que superar a distância, a falta física e a saudade.

(...) Oi amor, sempre me orgulhei de ser forte, mais forte que você talvez, porém hoje meu coração está pequeno, assim como meus olhos, devo te confessar que a teoria de que meninas grandes não choram é furada, eu sou grande e estou chorando, não duvido do nosso amor, isso jamais, o que me dói é essa distância, essa necessidade de estar longe, porém eu acredito no poder dos ventos e sei que os ventos te colocaram na minha vida de uma forma única, você sem duvida foi meu presente dos ventos e eu diariamente agradeço os ventos por isso, talvez seja a hora de dar um até logo, até o mês que vem, até breve, seja como for e da forma que for, estaremos juntos pelo coração e pelo nosso amor. Não permitiremos que a tristeza nos domine, sabemos que não será fácil, porém somos capazes,iremos ignorar comentários maldosos, coisas que nada nos acrescentam ficaram para fora e quando nos reencontramos, será eu e você, nós, nosso amor, nosso abraço, nosso beijo e nossa cumplicidade, será aquilo que sempre foi, porém com alguns kms de distância.

Eu te amo e sempre vou te amar!
Para sempre (mesmo que o para sempre não exista, faremos ele existir, para provar que nossa amor é para sempre)



0 comentários:

Postar um comentário

<< >>