Não valia a pena me isolar por você!

"Sentada na varanda eu percebi o quanto eu achava que te amava e o quanto eu tinha me isolado por você".

Na nossa última discussão você saiu e bateu a porta, me deixou ali em prantos recolhendo os pedaços de pratos quebrados, você disse que aquela seria a última vez que brigaríamos por besteiras, você estava ausente e eu tentava entender o motivo, toda vez que eu questionava você mudava de assunto e isso me incomodava, eu te amo demais, porém eu não sei lidar com essa sua indiferença. Você ficou bravo com meus questionamentos e levantou com tudo quebrando o prato que estava em seu colo, eu me assustei nunca tinha te visto daquela maneira, porém foi ali que eu percebi, eu não mais te conhecia e isso me assustava.

Levantou, pegou sua carteira, sua bolsa e saiu batendo a porta, me deixando ali chorando, me ajoelhei e comecei a recolher os pedaços do prato e lagrimas insistiam em cair dos meus olhos, eu tentava entender oque tinha acontecido para que chegássemos a esse ponto, sempre respeitei seu espaço, você e todas as suas vontades, porém de um tempo para cá o nosso relacionamento estava se desgastando e eu evitando perceber isso, me isolei por você e esqueci o quanto abri mão por esse relacionamento, após você bater a porta eu desliguei meu celular, tranquei a porta e decidi que não iria te atender, não iria deixar que isso virasse um circulo vicioso, precisava cortar o mal pela raiz e assim eu fiz. Mandei pelo correio todas as suas coisas que estavam na minha casa, avisei o pessoal que se você ligasse ou aparecesse eu não estava, sentada na varanda tomei coragem e lhe escrevi um e-mail:

(...) Olá tudo bem? Nesse quase um ano de relacionamento aprendi tanta coisa, suas cores preferidas, suas comidas, a roupa que você gostava que eu usasse, o horário do seu jogo de futebol, porém eu me esqueci, acabei esquecendo de tudo que eu gostava e de como eu gostava, das roupas, do horário da minha novela, das minhas comidas, eu simplesmente fui me moldando como você preferia e você em momento algum se importou em ser como eu desejava, não preciso lhe dizer que nosso relacionamento chegou ao fim no momento que você bateu a porta né? Acredito que você seja inteligente o suficiente para ter se ligado nisso, não se de ao trabalho de me responder esse e-mail, na real nem precisa, não se de ao trabalho de vir atrás de mim, se por acaso nos encontramos na rua lhe cumprimentarei como uma mero conhecido, hoje eu percebi que não preciso desse falso amor, não posso ter um relacionamento com uma pessoa que precisa me mudar para que esse relacionamento de certo, eu percebi que eu não sou sua e nem sou de ninguém, eu sou minha, dona das minhas vontades e de tudo aquilo que eu desejo, garoto se cuide e espero que esse relacionamento tenha lhe servido para algo, que você tire grandes lições disso tudo, enviei pelos correio tudo que é seu, em breve chegara na sua casa tudo que lhe pertence e ainda estava aqui em casa, seja feliz, pois acredite eu estou sendo. Se cuide(...)




0 comentários:

Postar um comentário

<< >>