Amar é magnífico.

"O amor não se mede pelo tempo, na verdade o amor não se mede, ele simplesmente se sente."

Há quem diga que quanto maior o tempo de relacionamento, maior o amor, duvido disso, não acredito que o amor tenha um "velocímetro", ou até mesmo um "relógio", ou quem sabe um "calendário", para se medir a proporção do amor. Amar é sentir, é viver, dividir coisas, e com o tempo sim a confiança vai aumentando, a intimidade ficando maior, mais isso não significa que porque eu tenho três meses de namoro, e você três anos, o seu amor é maior que o meu.

Amar é simplesmente sentir, é ser guiado por um sentimento, algo além, é simplesmente viver o amor, ter aquele frio na barriga, o sorriso bobo, as brincadeiras, confidências, troca de mensagem. É saber enfrentar os problemas, pois acredite o amor não é só aquela alegria diária, temos as provações, as brigas, os ciúmes, ou algumas vezes coisas bobas, mas tudo isso faz parte do amor.

Então por isso eu digo, o tempo não tem nada haver com o amor, amar é simplesmente sentir, não é algo programado, não se anda com um relógio do lado, para saber quanto é o sentimento de acordo com o tempo, amar é simplesmente viver, estar presente, se fazer presente, estar ali, lado a lado, dia a dia, em uma linda sintonia.

"Amar é lindo, e se você está achando que o tempo interfere, pare a analise, amar é sentir, sem se importar com o tempo, amar é magnífico".


2 comentários:

  1. Concordo plenamente, Dessa! Excelente texto... Parabéns!

    Me fez lembrar de uma canção do Lulu Santos, não me recordo o título, mas vai um trecho: ..."os amores que duram são raros de encontrar e cada instante que passar irão se tornar mais belos"...

    ResponderExcluir

<< >>