Sem magoas e sem sofrimento!

E pode ser que amanhã eu não me lembre mais disso, porém hoje eu lembro e devo dizer que isso dói para caramba.
Essas lembranças andam me acompanhando feito sombra e estão a gritar de uma forma única e me levam diretamente até você.

Pobre coração, ele anda tão sem direção e tão sem rumo, que esse cheiro de saudades fica a me perturbar, já falei para você sobre esse cheiro e ele insiste em ficar comigo, como se fosse meu amigo e pior como se eu o tivesse convidado.

Não o convidei e para ser bem sincera não gosto de sua companhia, parece que ele escolhe a tarde mais fria  para aparecer, ele me lembra dos sorrisos que tivemos, dos abraços que demos e como nos aquecíamos.

E isso machuca tanto que mesmo que eu não queira muitas vezes eu caio no pranto, e fico ali sozinha no meu canto tentando me reerguer, você não mais me procura e essa minha loucura muitas vezes me deixa na sensação que irei adoecer.

Adoecer de saudades, sofrer de amor, todos esses clichês que quem se entrega sem medo conhece, reconhece e o pior oferece. Parece que tem uma placa bem grande escrito: "POR FAVOR ME FAÇA SOFRER."

Sofrer eu não mais quero, adoecer eu não espero e de verdade tudo isso eu tento esquecer, só que infelizmente ás vezes te vejo no atendente do mercado, no cara do estacionamento ou somente nas minhas lembranças, esfrego os meus olhos como se quisesse abrir minha mente e me deparo comparando pessoas ás você.

E hoje eu coloco tudo na mesa, deixo essas incertezas, tirei todos os curativos e deixei todas as feridas abertas, elas vão arder, vão sangrar e latejar, mais depois que isso passar elas estarão cicatrizadas e não mais necessitaram ficar tampadas.

Hoje eu me permito essa dor, fica tranquilo eu não tenho rancor, só quero que isso passe a melhor forma disso acontecer é de peito abeto e de cara limpa, porque na verdade eu não quero mais sofrer!


0 comentários:

Postar um comentário

<< >>