Sem desculpas

Precisava de algo que fosse meu step, sabe aquela desculpa para que quando tudo desse errado (ou eu fizesse dar), eu teria motivos e argumentos para não ficar ouvindo sermão de ninguém, na verdade eu tinha era preguiça de viver. Causa espantos quando eu digo isso, mais devo confessar era mais fácil me deixar na situação de vitima do que ir atrás do que queria, era cômodo e eu sempre acharia uma desculpa.

Iria ter desculpas por não ter saído, por não ter respondido aquela mensagem, desculpas por ter dormido até tarde, por estar triste, tudo na minha vida iria girar em torno de uma desculpa. E por muitas vezes eu acreditei que essas desculpas seriam soluções, porém elas estavam a me afastar das pessoas e dos convites, e ninguém gosta de sentir excluída (mesmo que seja uma péssima companhia no momento).
Não recebia mais ligações, ás pessoas começaram a me deixar de lado, coisas simples pararam de aparec
er, e as minhas desculpas começaram a não mais valer de nada. Aos poucos me vi sozinha, cheia de desculpas e sem amigos.

Então a partir daquele momento larguei minhas desculpas de lado, não contava mais histórias tristes e comecei a valorizar simples companhias, eu me reencontrei.

"Foi necessário que todas as minhas desculpas me impedissem de seguir em frente para eu perceber que deveria me desfazer de quaisquer correntes".


0 comentários:

Postar um comentário

<< >>