O começo!

E sobre  a luz da noite eu observo você, nu na minha frente como a tempos eu desejava. Diversas noite eu toquei meu corpo imaginando ser suas mãos a me percorrer, você não tem ideia da bagunça que fez em meu corpo e e no meu tesão.

Você chegou e sem dizer uma palavra me tocou, me beijou e me invadiu, os beijos se completaram e quando dei por mim eu já estava ali, completamente nua na sua frente, você sabia como fazer, suas mãos me percorriam e eu nada disse, somente gemi, um gemer de um prazer enorme.

Domou meu corpo e tomou a situação para si, sua mão percorre meu corpo, enquanto você começa a me chupar, sua boca começa a me percorrer desde a minha testa, até minha buceta que nesse momento está devidamente encharcada, você coloca o rosto entre as minhas pernas, da um suspiro e incia um chupar devidamente delicioso.

Me faz delirar, me faz contorcer e me faz viajar, PUTA QUE PARIU você sabe fazer um oral maravilhoso, enquanto me chupa suas mãos apalpam meu peito. E ali estou eu, devidamente nua e completamente entregue a sua boca, a sua mão e a você.

E não tenho vergonha, eu gemo, eu me retorço, me contorço e grito, e esse gritar é o anúncio do meu gozo, você permanece ali com a cara no meio das minhas pernas sugando cada gota, e eu me encontro ali devidamente largada na cama, esperando me recompor, pois a nossa noite está apenas começando.


0 comentários:

Postar um comentário

<< >>